Palácio

Em Florença, a residência histórica quinhentista Palazzo Guadagni, transformada com êxito num requintado hotel de 3 estrelas, confirma a sua longa e dedicada vocação para a hospitalidade.

Na Piazza Santo Spirito na esquina com a via Mazzetta à volta de um pátio central, o Palazzo Guadagni destaca-se pela sua varanda coberta, remodelada na forma de um sugestivo jardim-terraço com vista para o centro histórico e sobre as colinas florentinas.

No piso térreo, as paredes, de estilo renascentista, são grossas e sólidas, à semelhança das que encontramos noutros importantes palácios florentinos: Palácio Pitti, Palácio Strozzi e Palácio Rucellai. Os interiores deste elegante estabelecimento hoteleiro quinhentista encontram-se admiravelmente restaurados, sendo uma sucessão de ambientes de requinte caracterizados por salas de estar elegantes, por vezes com frescos e mobiliário antigo.

História

Esta zona do centro histórico de Florença encontrava-se originalmente povoada por artesãos e mercadores: não é por acaso que o Palazzo Guadagni nasce a pedido do mercador de seda Riniero di Bernardo Dei.

A residência é em seguida legada à associação de assistência social “Compagnia dei Buonomini di San Martino”, que por sua vez o vende em hasta pública à família Guadagni.

O projecto original, atribuído ao arquitecto Simone del Pollaiolodettoil Cronaca, foi seguido no século XIX por obras de modernização entre as quais a execução de um novo acesso para as carroças provenientes da Piazza Santo Spirito.

O Palazzo Guadagni torna-se protagonista da história do Reino de Itália, quando, no ano de 1865, Florença se tornou capital deste. Foi então que o ministro urbano Rattazzi residiu nesta antiga moradia florentina.

Foi num período posterior, graças à permanência do conde Valfredo della Gherardesca, que esta antiga residência adquire uma conotação aristocrática.

A relevância social do Palazzo Guadagni para o bairro Santo Spirito aumenta em 1900 quando hospedou a Pensione Sorelle Bandini, o Instituto Alemão de História de Arte e quando se torna sede da ainda activa biblioteca municipal Pietro Thouar, a primeira a ser instituída em Florença.

Ofertas Especiais

Consulte a lista completa